"Fiber to the Home" (FTTH)
Visão geral da tecnologia

FTTH Network Monitoring

A tecnologia de banda larga está em constante evolução, pois a necessidade e o desejo por velocidades cada vez mais rápidas leva os provedores a oferecer aos seus clientes maior largura de banda. Em geral, três tecnologias principais são atualmente oferecidas:

1) Os provedores convencionais de TV a cabo oferecem serviço DOCSIS ("Data-Over-Cable Service Interface Specifications” ou Especificações de Interface de Serviço de Dados por Cabo),um padrão coaxial baseado em cabo desenvolvido pela CableLabs. CableLabs é o órgão de normas técnicas que atualizou o padrão DOCSIS, do DOCSIS 1.0 original para a versão atual DOCSIS 3.1. DOCSIS 3.1 pode fornecer velocidades de 10 Gbps no Downstream e 1 Gbps no Upstream. Alguns provedores de cabo também oferecem serviços baseados em fibra óptica, incluindo GPON ("Gigabit Passive Optical Network” ou Rede Óptica Passiva Gigabit) e XGS-PON. Esses serviços são oferecidos através de linhas de fibra óptica, com velocidades de 1Gbps (GPON) e 10Gbps simétricos (XGS-PON). A transmissão simétrica Upstream e Downstream através de uma única fibra é possível graças à multiplexação de divisão do comprimento de onda (WDM). Da mesma forma, o padrão EPON ("Ethernet Passive Optical Network") oferece uma velocidade de1 Gbps, enquanto o 10G EPON oferece uma velocidade simétrica de 10 Gbps. A EPON usa uma tecnologia de entrega diferente para alcançar essas velocidades; há até ofertas DOCSIS EPON, que combinam tecnologia DOCSIS e PON.

2) Os provedores de sinal via satélite oferecem velocidades de até 100 Mbps, mas têm desvantagens de latência e custos elevados para um serviço muito mais lento. Devido à necessidade de transmitir do satélite para uma estação terrestre e, em seguida, para o VSAT, a latência é atualmente inevitável no serviço de modem por satélite.e

3) As empresas de telefonia tradicionais oferecem uma combinação de serviços baseados em cabeamento de cobre, como as variantes DSL e G.fast, juntamente com vários serviços de fibra FTTx (fibra para casa, gabinete, etc.) semelhantes aos provedores de cabo. Com conexões híbridas de fibra/DSL, quanto mais longe do dispositivo terminal do usuário final (CPE) a fibra é terminada, mais lentas as velocidades disponíveis, pois as conexões de cobre ou Ethernet podem reduzir as velocidades para uma largura de banda mais lenta. Assim como as operadoras de cabo, as empresas de telecomunicações também oferecem soluções GPON, XGS-PON, EPON e 10G EPON.

Todas essas tecnologias baseadas em fibra usam um equipamento OLT (“Optical Line Terminator”) como um controlador central, e dispositivos terminais CPE chamados ONT (“Optical Node Terminal”) ou ONU (“Optical Node Unit”) nas casas dos clientes. Como no caso dos cabo modems usados para serviços DOCSIS, a operadora de banda larga fornece o terminal ONT/ONU ao usuário final. Esses dispositivos devem ser certificados e, em seguida, recondicionados e re-emitidos quando um cliente devolvê-los ao operador, antes que possam ser enviados de volta ao campo para serem instalados em outro cliente. Este pode ser um processo difícil e demorado se você não tiver plataformas de teste automatizadas.

FTTH Network Testing

Como a Promptlink ajuda a resolver os desafios dos testes de equipamentos ONT e ONU

A giga de testes CPE Atlas da Promptlink oferece um único sistema para testar terminais ONT e ONU e verificar sua funcionalidade íntegramente. Não só é necessário testar a conexão de fibra, mas todas as suas portas também devem ser testadas para garantir a melhor experiência do cliente. Ao conectar um terminal OLT à plataforma de teste, uma operadora de telecomunicações ou de TV a Cabo pode validar toda a funcionalidade do dispositivo. Incluindo testes completos de funcionalidade de voz e dados e um ambiente protegido para testes Wi-Fi -- projetados e patenteados exclusivamente pela Promptlink – a giga automática CPE Atlas oferece uma plataforma exclusiva para qualquer combinação de tipos de dispositivos, fabricantes, e tecnologias. A giga CPE Atlas pode lidar com a alta capacidade necessária, testando milhares de dispositivos todos os dias quando vários sistemas CPE Atlas são implantados em conjunto.

¿Por que a Promptlink?

A Promptlink vem testando dispositivos terminais CPE em suas plataformas automáticas desde 2004, e possui várias patentes, como as para testes sem fio em ambientes protegidos. Os principais e mais importantes nomes da indústria de banda larga têm confiado na Promptlink para diagnosticar os dispositivos de seus clientes, testando centenas de milhões de CPE ao longo dos anos. Do padrão DOCSIS ao xDSL, xPON, Powerline,MoCA e outros, a Promptlink continua a definir o padrão de referência da indústria.

Para ver como a Promptlink pode ajudá-lo a resolver seus desafios de teste, você pode entrar em contato conosco.

.